DEPOIMENTOS

Vicente Maggio (baterista)

Eu conheci o Bimbo (Lourenço Marques) por volta de 1970, quando ele tocava no conjunto (sinônimo atual de banda) Os Vibrantes. Pouco tempo depois, ele foi tocar no Opus, conjunto que, em razão do excelente nível dos músicos (vocal e instrumental), bem como a estratégia e profissionalismo de toda a equipe, acabou conquistando um significante fã-clube, como também um lugar de destaque entre as principais bandas daquela época.

Para se ter uma idéia, as músicas dos anos 70 não eram mais simples do que as de hoje e, além disso, não existiam os recursos atuais, como, por exemplo, os sintetizadores polifônicos, os triggers, as baterias eletrônicas, as guitarras sintetizadas, como também não havia a facilidade atual de se baixar pela internet as músicas em MP3, a respectiva letra, a partitura, e até uma aula virtual de seu instrumento.

É evidente que os recursos tecnológicos de hoje jamais substituirão o talento, a criatividade e o bom gosto. Por isso mesmo, bandas como o Opus que o Bimbo tocava no início dos anos 70, serão eternamente lembradas por quem as conheceu. Eu também tive o privilégio de fazer parte do Opus no final daquela década, quando o Bimbo foi para o conjunto Musical 5. Da mesma forma, eu também acabei entrando no Musical 5, quando o Bimbo foi para o conjunto Super Grupo.

Afora o músico excepcional, o Bimbo merece destaque especial pela pessoa de caráter impecável, e também por ser na atualidade um dos melhores Luthier’s de bateria do Brasil. Tenho três baterias acústicas e sou bastante exigente com a performance do instrumento e, por isso, somente confio no Bimbo para fazer qualquer trabalho de ajuste ou reparo nos tambores e nas ferragens.

É imensurável o orgulho que tenho em razão de contar com o Bimbo como Luthier e também no rol dos meus amigos, aproveitando a oportunidade para externar-lhe meu mais alto sentimento de estima e de distinta consideração.  

voltar

Vicente Maggio (baterista)
Agende uma visita - telefone: (11) 2451-7046